CRIME

Polícia investiga relação da explosão em Rio Formoso com outros casos

Segundo a polícia, a quadrilha é especializada em detonar cofres de banco. Nenhum suspeito de participar da ação foi preso

Maria Luísa Ferro
Maria Luísa Ferro
Publicado em 09/09/2016 às 8:05
Leitura:
Foto: Divulgação

A Polícia Militar de Pernambuco está investigando se existe alguma relação entre a quadrilha que explodiu o cofre do Banco do Brasil de Rio Formoso com outros assaltos a banco pelo estado. A ação aconteceu nesta quinta-feira (8), e nenhum suspeito foi identificado ainda.

Após a investida, onde cerca de dez homens fortemente armados invadiram a cidade, bloqueando o acesso pela PE-60 com troncos e carros queimados, e na fuga espalharam grampos pela pista, os peritos realizaram uma coleta de amostras. Esse material será comparado com outras amostras recolhidas em outros assaltos a banco que aconteceram este ano.

O Coronel Alexandre Menezes, do 10º Batalhão, afirma que a quadrilha é especializada em detonar cofres:

ASSALTOS

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, 156 agências já foram alvo de ações criminosas por todo o estado somente neste ano.

Mais Lidas