AGRESSÃO

Polícia prende mais um suspeito de agredir presidente de torcida

O homem, que ainda não teve a identidade revelada pela polícia, tem 20 anos e foi detido no momento em que estava pegando um ônibus em Camaragibe

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/09/2016 às 14:10
Leitura:
Foto: Reprodução/Whatsapp


Já está no Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) mais um homem suspeito de ter participado das agressões contra o presidente e contra o diretor de arquibancada da Torcida Organizada Inferno Coral, nesse domingo (11).

O homem, que ainda não teve a identidade revelada pela polícia, tem 20 anos e foi detido no início da tarde desta segunda-feira (12) no momento em que estava pegando um ônibus na cidade de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Mauro Cabral, o suspeito foi identificado por meio dos vídeos gravados, ele estava vestido com uma camisa branca e participou ativamente da agressão, violentando a vítima com um pedaço de madeira. Ainda segundo o delegado, o suspeito estava se preparando para fugir quando foi detido.

Com esta prisão, já são três pessoas identificadas que estavam envolvidas no crime. Um adolescente, de 17 anos, foi apreendido horas depois da confusão e um maior, Vítor Eduardo Gomes da Silva, de 20, foi autuado em flagrante também no mesmo momento. Os dois estão aguardando procedimentos judiciais.

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, afirmou que é a favor da pena de morte para estes tipos de torcedores. O caso aconteceu na Avenida Caxangá, no bairro do Cordeiro na manhã desse domingo (11) horas antes do clássico entre Sport e Santa Cruz, na Ilha do Retiro.

Os dois torcedores agredidos, Amilton Lima dos Santos e André Sales de Lima Junior, já receberam alta hospitalar.

Ouça outros detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:

Mais Lidas