DENÚNCIA

Alunas da Unicap denunciam abordagens invasivas na universidade

Em um dos casos, um suspeito utilizou uma câmera dentro dos banheiros femininos. A unicap afirmou que tomará medidas para prevenir novos acontecimentos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/09/2016 às 16:24
Leitura:
Foto: JC Imagem


A Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) reforçou a segurança ao redor do campus, localizado no bairro da Boa Vista, área central do Recife, após denúncias de insegurança no local.

A Unicap foi informada pelos alunos de que um rapaz estava rondando a universidade e abordando as alunas de forma invasiva. Nessa segunda-feira (12), um outro caso foi registrado no local.

Desta vez, o setor de segurança recebeu uma ligação informando que existia um suspeito de camisa roxa dentro de um dos banheiros femininos do bloco B, da universidade, portando uma câmera. Quando um supervisor ao local, não encontrou ninguém.

O supervisor realizou uma busca nas imagens de segurança e foi visualizado um rapaz, com as características da denúncia, acompanhado de uma moça, caminhando sem pressa em direção à Rua Afonso Pena.

A Unicap publicou uma nota de esclarecimento informando que vai tomar medidas para prevenir novos acontecimentos. No dia 31 de agosto o setor de segurança da universidade recebeu uma aluna que denunciou ter sido abordada, no hall do bloco G, de forma invasiva por um rapaz, e logo foi orientada a registrar um Boletim de Ocorrência (BO). O rapaz chegou a ter sua imagem registrada em foto por um outro estudante. A aluna, posteriormente, informou à Unicap que não conseguiu fazer o BO, na Delegacia da Mulher, por não ter como fazer o exame de corpo de delito.

A família do suspeito procurou a universidade e informou que o rapaz sofre de distúrbios mentais e toma remédio controlado e que costuma, também, pedir dinheiro, mesmo sem precisar. Informou, ainda, que havia estado em várias delegacias para procurar ajuda para o caso, pois temem pela vida dele. Segundo a sua avó, eles estão mantendo o rapaz em casa desde a semana retrasada por receio de ser linchado, devido à repercussão dos fatos nas redes sociais.

Mais Lidas