VIOLÊNCIA

Em depoimento, vítima não reconhece suspeito de estupro na Zona Norte

Empresária que sofreu estupro no bairro das Graças não conseguiu reconhecer foto de suspeito de estuprar estudante de medicina no Parnamirim. Como ela está em choque, exame vai confrontar DNA dos suspeitos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/09/2016 às 9:19
Leitura:
Wellington da Silva Ferreira é o principal suspeito de estuprar uma estudante de medicina no bairro do Parnamirim. Foto: Divulgação/Polícia Civil


A empresária, de 32 anos, vítima de um estupro no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, no último dia 8, prestou depoimento à Polícia na tarde dessa segunda-feira (12). A fotografia do suspeito de estuprar uma estudante de medicina no bairro de Parnamirim, no dia 16 de agosto, foi apresentada à empresária, que não o reconheceu como sendo o mesmo que a estuprou.

Leia também: Universitária vítima de estupro diz que agressor fez fotos dela

Um exame de DNA foi realizado para confrontar o sêmen encontrado nas vítimas e confirmar se o mesmo suspeito praticou os dois estupros. Wellington da Silva Ferreira, conhecido como “Matuto”, foi identificado pela Polícia durante as investigações. O homem já tinha passagem pela polícia por tentativa de homicídio e estava preso até julho deste ano, no Complexo Prisional do Curado.

SEGURANÇA

Nessa segunda-feira (12), a Polícia anunciou um reforço nas investigações sobre estupros no Recife. Por conta dos aumentos dos casos de abusos sexuais, um grupo formado por três delegadas da Mulher foi criado para investigar as ocorrências. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

Leia também: No Recife, professora espancada após “ignorar cantada” exige Justiça

Mais Lidas