CRIME

Julgamento do Caso Artur Eugênio começa nesta quarta-feira

O júri começa a acompanhar, a partir das 9h, o caso do médico Artur Eugênio, assassinado em maio de 2014

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/09/2016 às 23:32
Leitura:
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Terá início, a partir das 9h desta quarta-feira (14), na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Jaboatão dos Guararapes, o julgamento do caso do médico Artur Eugênio Azevedo, assassinado no dia 12 de maio de 2014. A previsão é que o júri termine na tarde do dia 20 de setembro. A sessão será presidida pela juíza Inês Maria de Albuquerque.

Durante os sete dias do júri, serão julgados Cláudio Amaro Gomes Júnior e Lyferson Barbosa da Silva, dois dos cinco acusados pela morte do cirurgião.

Confira a fala do advogado de acusação, Daniel Lima , na íntegra:

Durante a sessão, serão ouvidas sete testemunhas, sendo duas arroladas pelo Ministério Público de Pernambuco, uma pelo assistente de acusação e quatro pela defesa. Serão ouvidos também os esclarecimentos de três peritos e depoimentos gravados, em vídeo, de 24 testemunhas e um assistente de acusação, que foram ouvidos durante as audiências de instrução realizadas ao longo do processo.

RELEMBRE O CASO

O corpo do cirurgião Artur Eugênio Azevedo, assassinado aos 35 anos no dia 12 de maio de 2014, foi encontrado na BR 101, no bairro de Comporta, no município de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. O crime teria sido motivado por desentendimentos profissionais entre Cláudio Amaro Gomes e a vítima. Segundo denúncia do Ministério Público de Pernambuco, Cláudio seria o mandate do crime, que teria contado com a ajuda de seu filho, Cláudio Júnior, acusado de pagar a Jailson César para contratar mais dois homens - Lyferson Barbosa da Silva e Flávio Braz - para cometer o crime.

Mais Lidas