POLÍTICA

Armando Monteiro defende incentivo da União aos estados

O senador afirmou que esse incentivo deve acontecer com os estados que tiveram gestão responsável

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 14/09/2016 às 15:54
Leitura:
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem


Em entrevista ao quadro Passando a Limpo desta quarta-feira (14), o senador Armando Monteiro (PTB-PE), relator do projeto de negociação de dívidas dos Estados com a União, comentou a reunião realizada na terça-feira (13) em Brasília entre o Ministério da Fazenda e 25 governadores em busca de solução para a crise financeira que afeta as administrações estaduais.

O senador se mostra preocupado com a renegociação das dívidas e opina que essa "é uma questão complexa, pois os termos da renegociação terminam por dar um incentivo aos estados que nos últimos anos se comportaram de forma menos responsável”.

Segundo ele, isso acaba beneficiando mais os estados que tinham um desajuste maior nas contas públicas e não beneficia aqueles que tinham um padrão de gestão mais responsável.

Para Armando, o desajuste fiscal dos estados se deve principalmente à folha de pagamento e aos gastos da Previdência Estadual que, segundo ele, vem crescendo de forma acentuada nos últimos anos.

O senador defende que haja um incentivo às administrações estaduais que se comportaram melhor e disciplina para que eles não continuem a gastar de forma "imoderada". Ele ainda afirmou que é hora de fazer uma negociação e concluiu chamando o processo de mal encaminhado.

Ouça a entrevista na íntegra:

Mais Lidas