RECOMPENSA

SDS oferece R$ 10 mil para informações sobre suspeito de estupro

Informações sobre o suspeito devem ser passadas para o 0800.081.5001 ou pelo WhatsApp 9.9488.3455. O sigilo é garantido

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 14/09/2016 às 16:58
Leitura:
Foto: Divulgação



A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco promoveu uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (14) com o intuito de esclarecer algumas questões sobre os recentes casos de estupro que aconteceram na Região Metropolitana do Recife e que têm gerado uma sensação de insegurança em toda a população, sobretudo nas mulheres.

O secretário de Defesa Social do Estado, Alessandro Carvalho, anunciou uma recompensa de 10 mil reais a quem der informações que possam levar à prisão de Wellington da Silva Ferreira, conhecido como Matuto, e suspeito do caso da estudante de medicina que foi abordada no bairro do Parnamirim.

Quem tiver alguma Informação sobre o paradeiro de Wellington, pode ligar para o 0800.081.5001 ou enviar mensagem pelo WhatsApp disponibilizado pela SDS através número 9.9488.3455. O sigilo é garantido e a pessoa vai receber um número de protocolo.

Se a prisão do suspeito for feita, é com esse número de protocolo que a recompensa será dada. Outro ponto destacado pelo secretário Alessandro Carvalho sobre esses casos é sobre boatos que circulam nas redes sociais:



O secretário destacou, ainda, que retende reforçar a delegacia de polícia da Mulher com mais quatro profissionais capacitados, sendo um delegado, um escrivão e dois agentes.

Sobre um suposto terceiro caso de estupro, que está circulando nas redes sociais, e que teria acontecido no bairro de Casa Forte, a delegada Ana Elisa Sobreira alerta para a necessidade da denúncia, que deve partir da vítima, para que o estado possa fazer o seu papel.

PROCURADO

O suspeito procurado pela polícia, Wellington da Silva Ferreira, passou quatro anos preso, foi solto no dia 17 de julho e no mês seguinte cometeu o estupro.

Mais Lidas