CONSULTÓRIO

“Se cegueira evitável se instalar, é irreversível”, diz oftalmologista

A comunicadora Graça Araújo conversou sobre a cegueira evitável com os oftalmologistas Denízio Dantas e Paulo Luchsinger

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/09/2016 às 16:56
Leitura:

O Consultório do Rádio Livre debateu nesta sexta-feira (16) a cegueira evitável. A comunicadora Graça Araújo recebeu os oftalmologistas Denízio Dantas e Paulo Luchsinger.

Um dos principais pontos levantados durante a conversa foi a cirurgia que possibilita que o paciente se livre da catarata, por exemplo. Os convidados também alertaram sobre os cuidados que os interessados devem ter e as contraindicações que existem.

A falta de prevenção pode deixar mais de 70 milhões de pessoas cegas no mundo. A diabetes é um dos principais causadores desse alto número de cegueira. “O controle é a principal arma que temos para combater essas doenças”, disse Paulo Luchsinger.

Como citaram os médicos, o número dos casos não é baixo. “60% dos casos desse tipo de cegueira vêm de doenças refrativas e catarata”, afirmou Denízio Dantas.

CEGUEIRA

Segundo informações da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, 75% da cegueira no mundo resulta de causas previsíveis e/ou tratáveis. A cada cinco segundos, uma pessoa fica cega no mundo, já para as crianças, é uma a cada minuto. O Brasil tem 1,1 milhão de cegos e cerca de 4 milhões de deficientes visuais.

Ouça o Consultório na íntegra:



Mais Lidas