GREVE

Bancários vão recorrer da liminar que determina reabertura de agências

Os bancários estão em greve desde o dia 6 de setembro. Categoria pede 14,78%, enquanto a Febraban oferece 6,5%

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/09/2016 às 8:00
Leitura:
Foto: Alexandre Gondim/Arquivo JC Imagem


Reportagem de Marcela Maranhão

A greve dos bancários chegou, na manhã desta terça-feira (20), ao 15º dia. Os bancários se reúnem em uma grande mobilização como parte da greve da categoria. Eles vão se concentrar na agência do Bradesco que fica na esquina da Avenida Conselheiro Aguiar com a Rua Félix de Brito, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Na última quinta-feira, dia 15 de setembro, a Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco conseguiu uma liminar na justiça determinando a permanência de 30% da força de trabalho dos bancários, mesmo durante a greve. De acordo com a ação, as agências também precisariam ficar abertas por, no mínimo, duas horas diárias para atender à população. A decisão prevê, ainda, uma multa diária no valor de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

Em assembleia convocada pelo Sindicato dos Bancários de Pernambuco na noite dessa segunda-feira (19), a categoria discutiu o processo de autoria da OAB-PE. A presidente do sindicato, Suzileide Rodrigues, afirma que as providências estão sendo tomadas para derrubar a ação judicial, deferida e expedida pela 11ª Vara do Trabalho do Recife.

Na próxima quinta-feira (22), a categoria vai aderir ao movimento nacional “esquenta para a greve geral”. O ato está programado para sair da Fiepe, que fica na Avenida Cruz Cabugá, e vai reunir trabalhadores de diversas categorias.

A concentração dos bancários para este ato será às 14h, em frente à Agência da Caixa Econômica que fica na Rua do Hospício, bairro de Santo Amaro.

GREVE

Os bancários de Pernambuco deflagraram greve na manhã do dia 06 de setembro. Eles reivindicam reajuste de 14,78%, ou seja, a reposição da inflação mais 5% de aumento real, além de melhores condições de trabalho. A categoria rejeitou a proposta de reajuste salarial de 6,5% da Fenaban.

Mais Lidas