ENTREVISTA

OAB-PE vai às "últimas consequências" para bancários cumprirem liminar

Presidente da OAB-PE, Ronnie Duarte, afirmou que advogados estão sofrendo represálias dos bancários. Liminar obriga abertura de agências por duas horas e manutenção de 30% da categoria para atendimento à população

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/09/2016 às 11:39
Leitura:
Dayvison Nunes/Arquivo JC Imagem


"Nós iremos até as últimas consequências para o cumprimento por parte dos bancarios da determinação". Essas foram as palavras usadas pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE), Ronnie Duarte, ao comentar a liminar da Justiça do Trabalho que determina a volta imediata ao trabalho de, pelo menos, 30% dos bancários no Estado. A ação pede ainda que as agências fiquem abertas por duas horás diárias até o fim da paralisação.

De acordo com Ronnie, a medida não traz o prejuízo expressivo para a greve dos bancários, além de beneficiar os usuários. "Eu espero que eles cumpram uma determinação judicial. Quem postula direitos tem que começar respeitando os direitos da população", disse. "Se os banqueiros estão errados, eles que paguem pelos seus erros. Isso não é problema da população", completou. Ouça a entrevista completa:

Para o presidente, a ação da OAB-PE foi baseada no interesse comum dos usuários e não foi movida por interesse apenas dos advogados. "Eu tenho uma preocupação com a minha categoria, mas nossa iniciativa não veio em favor apenas dos advogados, mas toda a pooulação", disse.

TENSÃO

A medida criou uma tensão entre os advogados e os bancários. "Soube represália de funcionários da Caixa aos advogados", afirmou Ronnie. O presidente da OAB-PE ainda afirmou ter recebido "um áudio esculhambanco a OAB e dizendo que não vai cumprir a liminar". "Num estado de direito, isso é inaceitável, absolutamente reprovável por parte de uma categoria que deseja ver seus direitos reconhecidos", disse.

Leia também: Bancários vão recorrer da liminar que determina reabertura de agências

LIMINAR

Na última quinta-feira, dia 15 de setembro, a Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco conseguiu uma liminar na justiça determinando a permanência de 30% da força de trabalho dos bancários, mesmo durante a greve. De acordo com a ação, as agências também precisariam ficar abertas por, no mínimo, duas horas diárias para atender à população. A decisão prevê, ainda, uma multa diária no valor de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

PASSANDO A LIMPO

Quando perguntado sobre seu posicionamento diante da aceitação da denúncia contra Lula pelo Juiz Sérgio Moro, Ronnie Duarte declarou que achou a apresentação da denúncia "uma espetacularização".

Ronnie alega que é preciso ter mais cuidado com a divulgação de processos. "Vejo com muita reserva essa espetacularização das denúncias feitas pelo MPF e até que haja efetiva culpa formada é importante que os acusados que ainda não são culpados tenham a imagem preservada", concluiu.

Ouça o Passando a Limpo completo:



Mais Lidas