SEGURANÇA

Delegados denunciam irregularidades em programa de jornada extra

O programa de jornada extra de segurança foi criado para ser uma extensão voluntária do horário de trabalho dos policiais do Estado

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/09/2016 às 14:31
Leitura:
Foto: Amanda Duarte/JC Imagem


A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe) denunciou ao Ministério Público irregularidades no programa de jornada extra de segurança, o PJES. Esse programa foi criado para ser uma extensão voluntária do horário de trabalho dos policiais pernambucanos.

De acordo com o presidente da Associação, o delegado Francisco Rodrigues, entre as irregularidades estão o pagamento do programa para cargos comissionados e pagamentos desordenado de cotas:



O presidente ainda acredita que o Ministério Público deve abrir uma ação civil pública para investigar as irregularidades. No início de setembro, mais da metade dos delegados da Polícia Civil de Pernambuco decidiu não participar mais do PJES. Com isso, algumas delegacias do interior ficaram sem delegados e os plantões da noite e dos finais de semana ficaram comprometidos.

Mais Lidas