ELEIÇÕES

TRE alerta que jogar santinho de candidatos em via pública é crime

Além disso, a compra de votos e o transporte ilegal de eleitores estão na mira da Operação Eleições 2016

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/09/2016 às 13:18
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal

A compra de votos, boca de urnas e o transporte ilegal de eleitores estão na mira da Operação Eleições 2016, em 184 municípios pernambucanos. Os crimes eleitorais vão ser investigados pela Polícia Federal e Civil, com apoio de militares a pedido da Justiça Eleitoral.

No dia da votação, 13 mil homens estarão no reforço de grandes corredores, pontos de grande concentração de eleitores e escolta de urnas até 3302 locais de votação.

A Lei Seca, exemplo do que ocorreu em 2014, não foi decretada. Sendo assim, o consumo e venda fica permitido, com exceção de casos especiais como detalha o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho:



A exemplo de eventos de grande porte como Galo da Madrugada, Copa das Confederações e Copa do Mundo, o Centro Integrado de Comando e Controle vai monitorar a partir das 7h toda a movimentação no dia do pleito.

A Polícia Federal reforçou a inteligência policial, investigação proativa e troca de informações, por meio do grupo de informações de crimes eleitorais.

O Tribunal Regional Eleitoral alerta sobre uma mudança na lei eleitoral. A partir de agora, jogar santinho de candidatos nas ruas é crime. Quem for flagrado, pode ser autuado por um juiz eleitoral, ser multado e preso. No caso de relação com candidatos, este também pode ser penalizado.

Mais Lidas