POLÍTICA

Procurador-geral da República denuncia Fernando Bezerra Coelho ao STF

O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou nesta segunda-feira (3) a denuncia do desvio de R$41,5 milhões da Petrobras

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 03/10/2016 às 23:36
Leitura:
Foto: Agência Senado


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou nesta segunda-feira (3), ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia contra o Senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) em relação a Lava Jato. O procurador acusou o socialista de ter cometido crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva durante a construção da refinaria de Abreu e Lima, no estado de Pernambuco.

Ainda foram denunciados o ex-presidente da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), Aldo Guedes, e o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo filho, indicados como os operadores que ajudavam a repassar o dinheiro desviado no Estado.
De acordo com a acusação, o Senador recebeu ao menos, R$41,5 milhões em propina de dinheiro desviado da Petrobras, nos contratos com a construtora OAS, Camargo Corrêa e ainda Queiroz Galvão, para obras da refinaria.

Por meio de nota, o advogado de Fernando Bezerra, André Luís Callegari, esclareceu que não vai se pronunciar sobre o conteúdo da denúncia. Alegando que o que está sendo imputado é descabido, baseadas em ilações e sem qualquer rastro ou prova. A defesa alegou que não houve qualquer tipo de recebimento de favores em troca de incentivos fiscais na construção da Refinaria do Nordeste ou Refinaria Abreu e Lima-RNEST. Por fim o advogado do acusado disse que o seu cliente está à disposição da justiça.

Procurador-geral da República

A denúncia de Rodrigo Janot sobre o Senador Fernando Bezerra Coelho é a 15º apresentada pelo procurador na operação Lava Jato.

Mais Lidas