INCÊNDIO

Corpos de família morta em incêndio serão liberados após exame de DNA

O caso aconteceu em Trindade, sertão do estado, nesta segunda-fera (3). Segundo a Polícia, o incêndio pode ter sido criminoso e as investigações seguem em sigilo

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/10/2016 às 8:25
Leitura:
Foto: Reprodução/Prefeitura de Trindade

As quatro vítimas mortas num incêndio em Trindade nesta segunda-feira (3) só deverão ter seus corpos liberados para sepultamento após realização do exame de DNA, no Instituto de Medicina Legal em Recife. O resultado do exame deve sair em 30 dias.

Eles morreram enquanto dormiam em uma casa que pegou fogo no bairro de Olaria, periferia do município. Os mortos são Adônis Soares Pereira, de 48 anos, as filhas dele, Ana Paula e Ana Claudia de Lima Delmondes, de 24 e 22 anos, junto com o companheiro de Ana Claudia, Egildo Pereira da Silva, de 38.

De acordo com a Polícia, eles viviam em extrema pobreza e alguns integrantes da família eram usuários de drogas. O outro genro de Adônis conseguiu escapar e já prestou depoimento. As investigações seguem em sigilo, já que a Polícia acredita que o incêndio pode ter sido criminoso.

Mais Lidas