CRIME

Polícia investiga estupro coletivo no CASEM, em Caruaru

Os seis acusados de estuprar o menor estão detidos na Delegacia de Plantão e aguardam audiência de custódia. Em Bom Jardim, um homem foi preso acusado de abusar de uma menina de 11 anos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/10/2016 às 9:49
Leitura:
Foto: Reprodução/TV Jornal

Funcionários do CASEM, fundação de atendimento socioeducativo localizada no bairro Indianópolis, em Caruaru, constataram uma situação de estupro coletivo dentro da unidade. Seis internos são suspeitos de estuprar um menor, e entre eles, dois já são maiores de 18 anos.

Os acusados foram levados para a Delegacia de Plantão nesta quarta-feira (5) e aguardam pela audiência de custodia. Na delegacia, ninguém fala sobre o assunto e os funcionários da instituição não são autorizados a dar informações sobre o caso.

Saiba mais no flash de Núbia Silva:

POLICIA PRENDE SUSPEITO DE ESTUPRAR MENINA DE 11 ANOS EM BOM JARDIM

A Polícia Militar prendeu o técnico de celular Arlindo Pedro Albuquerque, 20 anos, suspeito de praticar abuso sexual contra uma menina de 11 anos de idade. Arlindo foi preso na casa dos pais, no distrito de Bizarra, zona rural do município de Bom Jardim.

O caso aconteceu na noite desta terça-feira (4), mas a Polícia só apresentou detalhes nesta quarta (4). Por conta da gravidade das lesões da vítima, ela foi encaminhada para o Instituto Professor Fernando Figueira (IMIP). Em depoimento, Arlindo confessou ter mantido relações sexuais com a menor e foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável.

Após a audiência de custódia, o suspeito foi recolhido ao presidio Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, onde permanece a disposição da Justiça. A Polícia não adiantou detalhes do caso, que segue sendo investigado em sigilo.

Saiba mais no flash de Alfredo Neto:

Mais Lidas