BRASÍLIA NEWS

Proposta de teto para gastos públicos segue para votação no Plenário

O projeto foi aprovado nesta quinta (6) pela Comissão Especial da Câmara. Para ser encaminhada ao Senado, a proposta precisa de 308 votos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/10/2016 às 9:54
Leitura:
Foto: Agência Brasil

Em meio a um tumulto generalizado, a Comissão Especial da Câmara aprovou nesta quinta-feira (6) a proposta de emenda à constituição que estabelece um teto para os gastos públicos, e agora está pronta para ser votada no Plenário nesta segunda-feira (10). Para ser encaminhada ao Senado, serão necessários três quintos dos votos, ou seja, 308 votos.

Tratada como a bala de prata do governo Michel Temer, a proposta tenta reequilibrar as contas públicas, limitando os gastos pelos próximos 20 anos. Um estudante secundarista teve que ser retirado após xingar o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que fazia um discurso a favor da proposta. O presidente da comissão, Danilo Fortes (PSB-CE), mandou suspender a sessão até que os ânimos se acalmassem, já que os deputados do PT, que são contrários à proposta, foram prestar solidariedade ao estudante.

O Ministro da Fazenda Henrique Meirelles utilizou cadeia de rádio e televisão para explicar a importância da proposta em tom didático, buscando o apoio da população. Já o relator do processo, Darcisio Perondi (PMDB-RS), prometeu preservar as verbas para saúde e educação, contrariando o que dizem os oposicionistas.

Confira os destaques de Brasília no flash de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas