DEBATE

Cientista político acredita que crise do PT é superdimensionada

O cientista Adriano Oliveira lembra que o Partido dos Trabalhadores (PT) nunca teve bons resultados em eleições municipais

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 10/10/2016 às 13:39
Leitura:
Foto: Rádio Jornal

O debate da Super Manhã desta segunda-feira (10) discutiu o balanço das pesquisas. Para falar sobre o assunto, Geraldo Freire recebeu o diretor do Instituto Exata, João Matos, o cientista político Adriano Oliveira, e o ex-governador Joaquim Francisco.

Os especialistas comentaram a demora para ser divulgada uma pesquisa com uma expectativa para o segundo turno das eleições no Recife. Eles também comentaram a disputa acirrada no Rio de Janeiro entre Marcelo Freixo (PSOL) e Marcelo Crivella (PRB).

Adriano Oliveira fez comparativo entre PT e o PSOL, ambos partidos de esquerda, e avaliou a situação do PT, após o resultado das eleições municipais do primeiro turno. Segundo ele, a situação do Partido dos Trabalhadores está sendo superdimensionada. "O PT, ao contrário de PMDB e PSDB, nunca foi um partido bom de eleições municipais", comentou, acrescentando que mesmo na "Era Lula" o PT conseguiu alcançar cerca de 600 prefeituras. "O PMDB não. Independente de quem estava no poder, sempre conseguiu alcançar mais de mil prefeituras junto com o PSDB", apontou.

Confira os detalhes:

Mais Lidas