ENTREVISTA

De olho em 2018, Alckmin lança vacina contra dengue e descarta presidir PSDB

O médico e governador de São Paulo falou para a Rádio Jornal sobre a cautela política, economia e a vacina contra a Dengue desenvolvida no Butantan

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/10/2016 às 7:31
Leitura:


O governador de São Paulo e possível candidato a presidência em 2018, Geraldo Alckmin, concedeu entrevista à Rádio Jornal nesta quarta-feira. Entre os assuntos, a cautela de falar sobre disputar a presidência do País, o cenário político brasileiro durante o Governo Temer, que ele chamou de transição, e lançou a vacina contra a dengue.

Sobre as articulações de aliados de Alckmin para que ele assumisse a presidênca do PSDB em 2017, informação divulgada pela Folha de São Paulo na última segunda-feira (17), o governador de São Paulo afirmou que não tem interesse. "O governo de São Paulo já me toma tempo demais. Não pretendo disputar a presidência do PSDB, mas defendo consulta para escolher o candidato a Presidente da República", disse. Atualmente quem preside o partido é o senador e ex-candidato a presidência Aécio Neves. Ouça a entrevista completa no áudio abaixo:

PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA

Agora 2018 está muito longe ainda. Hoje a tarefa que eu vejo é recuperar o mais rápido possivel a economia, emprego e renda. Eu nunca vi em 40 anos de vida pública uma crise tão grave. Já vamos para o terceiro ano de retração da economia. Eu já fui candidato a presidente em 2006, contra Lula na reeleição, o que não é fácil, e no tempo em que Lula não tinha nenhuma dessas questões colocadas. Vamos aguardar, o futuro está nas mãos de Deus, vamos tratar de trabalhar bastante.

PRESIDÊNCIA

Quando eu falo de eleição presidencial, falo que sou candidatÍssimo a presidente do santos futebol clube, somente. Não pretendo disputar a presidência do partido, as tarefas de governador já são imensas. Em maio teremos a renovação dos diretórios. Sempre defendi uma consulta interna ampla, quem ouve mais erra menos. A tarefa de agora, e ela é urgente, é ajudar a retomar a atividade econômica, segundo é a saúde e eu fico muito preocupado, porque graças a Deus a população está ficando mais idosa.

NOVA VACINA

"Se der tudo certo, no ano que vem vamos pedir autorização a Anvisa para fabricar a vacina tetravalente contra a dengue, mas já estamos estudando a vacina penta-valente, contra também o Zika Vírus. O que é muito importante também para as grávidas", disse Alckmin.

RECIFE

"Amanhã começaremos a vacinação, 1,2 mil pessoas entre 2 e 59 anos, voluntárias que estão participando do estudo. É um grande avanço para a saúde, porque essa vacina deverá ser gratuita. É a primeira vacina do mundo que com apenas uma dose combate os 4 tipos de dengue".

Mais Lidas