CASO MARIA ALICE

Justiça decide que padrasto de Maria Alice Seabra irá a júri popular

Maria Alice foi assassinada de forma brutal pelo padrasto, Gildo da Silva Xavier, no dia 19 de junho de 2015

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/10/2016 às 13:35
Leitura:
Maria Alice Seabra foi morta pelo padrasto
Foto: Reprodução/ Facebook

A espera por justiça pela família da jovem Maria Alice de Arruda Seabra está perto de acabar. O acusado de cometer o crime, o padrasto da vítima, Gildo da Silva Xavier, deve ir a júri popular. O juiz José Romero Maciel de Aquino, da Vara Única de Itapissuma, assinou a decisão nesta quarta-feira (19). No entanto, o réu Gildo da Silva Xavier ainda pode recorrer da decisão.

Gildo Xavier está preso e responderá pelos crimes de homicídio quadruplamente qualificado (mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe; com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel, ou de que possa resultar perigo comum; à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido; e para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime), sequestro para fins libidinosos, estupro e ocultação de cadáver.

Caso seja condenado, Gildo da Silva Xavier pode pegar de 25 a 56 anos de prisão.

O crime

Maria Alice foi morta no dia 19 de junho de 2015. Para matar a garota de 19 anos, Gildo da Silva Xavier disse que levaria a enteada para uma suposta entrevista de emprego. No caminho para a suposta entrevista, Gildo discutiu com a jovem por conta de uma tatuagem que ela havia feito, espancou, dopou, estrangulou e estuprou Maria Alice Seabra. O corpo da vítima foi encontrado numa localidade conhecida como Engenho Burro Velho, entre os municípios de Itapissuma e Goiana. Gildo ainda amputou o braço da enteada onde havia a tatuagem.

Após cometer o crime, Gildo fugiu para o Estado do Ceará e se entregou à polícia no dia 23 de junho. O corpo da garota só foi encontrado no dia 24 de junho de 2015, em estado avançado de decomposição.

Mais Lidas