Presidente da Câmara dos Deputados defende harmonia entre Táxi e Uber

Taxistas protestam, nesta terça-feira, em Brasília, contra aplicativos de transporte alternativo, como Uber

POLÊMICA

Rádio Jornal

Foto: Romoaldo de Souza/ Rádio Jornal

Cerca de 5 mil taxistas protestam no Congresso Nacional, nesta terça-feira (8). Os manifestantes querem que a Câmara dos Deputados vote um Projeto de Lei, o PL 5587/2016, que acaba com plataformas e aplicativos de transporte alternativo, em especial o UBER, que estaria acabando com os taxistas, segundo informam os profissionais. 

O taxista Gustavo Albuquerque diz que se não for tomada uma medida urgente uma categoria centenária pode até não morrer, mas vai viver à míngua. 

Os detalhes na reportagem de Romoaldo de Souza:

[uolmais_audio 16052613]

É preciso harmonizar 

Após um encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ficou claro que os líderes dos partidos políticos, de forma unânime, não sentem urgência em votar o projeto. “A maioria dos líderes entende que há uma disparidade entre um sistema e outro, mas não se pode criar uma regra para inviabilizar o Uber. Na verdade, tem que se criar uma regra para harmonizar os sistemas”, destacou o presidente da Câmara,

Segundo Rodrigo Maia, estes problemas podem acontecer em vários sistemas. “A modernidade vem, as novidades vão aparecendo e a gente não pode, porque apareceu um produto que está sendo bem avaliado pela sociedade, restringi-lo a favor de outro”, opinou Rodrigo Maia.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO