COMENTÁRIO

Protecionismo de Trump poderá ajudar o agronegócio brasileiro

O administrador e consultor Adilson Chalegre avaliou o protecionismo do candidato eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que poderá ser uma oportunidade para o Brasil no campo

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 10/11/2016 às 14:20
Leitura:

?

Foto: AFP


Na coluna Economia e Negócios desta quinta-feira (10), o administrador e consultor Adilson Chalegre fez uma análise sobre o protecionismo discutido na campanha de Donald Trump, eleito presidente dos Estados Unidos, que pretende proteger mais a indústria local.

Seguindo o especialista, se ele cumprir com a promessa de fechar a relação comercial do Estados Unidos frente à outros países, o Brasil terá a oportunidade de desenvolver relação com outros nações que, consequentemente, irão deixar de consumir os produtos estadunidenses e passarão a demandar o mesmo produto em outras economias. “ É aqui que o Brasil entra para poder ofertar as principais mercadorias, como a carne, grão, açúcar, entres outros”, avalia.

>> Especialista analisa discurso de Trump após vitória nos Estados Unidos

Ouça os detalhes na íntegra:

Mais Lidas