DEBATE

"O Brasil é o País do futuro, mas precisa fazer reformas", diz JCPM

Presidente do Grupo JCPM, João Carlos Paes Mendonça foi o convidado do debate da Super Manhã

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/12/2016 às 12:10
Leitura:
Foto: Heudes Regis/JC Imagem


O empresário e presidente do grupo JCPM, João Carlos Paes Mendonça, foi o entrevistado do debate da Super Manhã desta quinta-feira (1º). O comunicador Geraldo Freire conduziu o debate ao lado do colunista de Política do Jornal do Commercio, Giovani Sandes, e do colunista social do Diario de Pernambuco, João Alberto.

Em tom firme e bem humorado, João Carlos Paes Mendonça relembrou passagens da sua carreira e enfatizou que é preciso estar atento às oportunidade para ser um empreendedor de sucesso. No final, JCPM deixou um recado àqueles que estão desempregados. "O que não pode é desistir. Se hoje está ruim, amanhã pode ser até pior, mas não podemos desistir. Vá em frente", diz.

Ouça o debate com João Carlos Paes Mendonça na íntegra:

» “É uma crise de competência e infelizmente 2016 parece que não vai ser melhor”, diz JCPM na Rádio Jornal
» “Momento do Brasil é preocupante”, diz João Carlos Paes Mendonça sobre crise no País

O presidente do Grupo JCPM também cometou as crises política e financeira do País, enfatizando a importância das reformas política, tributária e trabalhista. "A reforma mais urgente é a política. 60 partidos é brincadeira. Tem que acabar", diz JCPM.

Limite de gastos

Para o empresário, é "inadmissível que alguém seja contra o controle de gastos". De acordo com João Carlos Paes Mendonça, as pessoas estão contra a proposta por que não sabem o que ela significa e estão com medo do que pode significar esse limite de gastos. "O governo federal é muito fraco para explicar as coisas e as pessoas não querem ouvir. Não sei como alguém pode ser contra a PEC 55", diz JCPM. "Se o governo gasta demais, o pobre vai pagar a conta", completa João Carlos Paes Mendonça.

Esperança no futuro

Para o empresário, é preciso ter esperança e trabalhar duro. "O Brasil é um País fantástico. É o País do futuro mesmo. Aqui é o País de ganhar dinheiro, mas precisa fazer reformas", diz JCPM. "O Mundo não vai se acabar. A crise muda só de bolso, mas o dinheiro continua girando por aí", completa.

Empreendedorismo

João Carlos Paes Medonça é enfático ao dizer que o emprego não vai acabar, mas afirma que, para ganhar dinheiro, é preciso ir além. "O que faz a diferença é inovar, ler, perguntar, ir atrás. Você tem que preencher as lacunas", diz JCPM sobre empreendedorismo. "Líder é aquele que tem posição firme, que tem voz ativa na sua classe, que defende o que ele acredita. Ser rico não é ser líder", completa.

» Especialistas discutem mercado de trabalho e superação da crise

Reformas

Para o presidente do Grupo JCPM, o País precisa se modernizar para sair da crise. Além as reformas trabalhista, tributária e política, o empresário afirma que é fundamental rever a buracracia brasileira. "Precisamos urgentemente de infraestrutura, de desburocratização e de competência para gerir esse País", diz João Carlos Paes Mendonça.

PEC 55

A PEC 55 é uma Proposta de Emenda Constitucional que pretende altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para instituir o novo regime fiscal. A partir daí as despesas primárias, como educação e saúde, seriam fixadas por um período de 20 anos. A PEC foi aprovada na Câmara dos Deputados e está em votação no Senado.

Mais Lidas