VIOLÊNCIA

Quadrilha faz vigilantes reféns em assalto na Justiça do Trabalho

Pelo menos dez pessoas participaram da tentativa de arrombamento de dois caixas no prédio onde fica a Justiça do Trabalho, na Imbiribeira. Coletes e armas dos vigilantes também foram levados.

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/12/2016 às 7:07
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal


Pelo menos dez pessoas tentaram arrombar com maçaricos dois caixas eletrônicos do Banco Bradesco localizados no prédio da Justiça do Trabalho, na Imbiribeira, na madrugada desta segunda-feira (5). De acordo com a Polícia Militar, dois vigilantes foram amarrados enquanto os suspeitos tentavam arrombar os equipamentos.

Apesar de não conseguir levar o dinheiro, a quadrilha teria levado os coletes e as armas dos vigilantes e em seguida fugido em dois veículos. De acordo com os peritos do Instituto de Criminalística, os suspeitos conseguiram arrombar as portas do prédio e destruíram computadores, equipamentos de rede e câmeras de segurança. Saiba mais no flash de Clarissa Siqueira:

Segundo informações da Polícia, não haverá atendimento na Justiça do Trabalho nesta segunda-feira. Mais de 200 audiência foram canceladas. Em frente ao prédio, muitos advogados e clientes lamentam o ocorrido e protestam contra a falta de atendimento.

O diretor administrativo do prédio, Andreé Pegado, afirma que não vai haver prejuízo legal para as audiências que foram prorrogadas. Ainda não há extensão dos danos e o prédio só deve ser liberado para funcionamento amanhã.

REFÉNS

De acordo com os vigilantes, eles foram feitos reféns pelos suspeitos por volta da 1h30. Eles só foram libertados quando a Polícia chegou, por volta das 4h.

Mais Lidas