GREVE

Comandante Geral da PM desautoriza tropa a participar de assembleia

Apesar das críticas do Coronel Carlos D’Albuquerque, os polícias militares confirmam a assembleia para as 14h desta terça-feira (06)

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/12/2016 às 8:51
Leitura:
Foto: Reprodução/ Internet


O coronel Carlos D’Albuquerque concedeu entrevista exclusiva à Rádio Jornal na manhã desta terça-feira (6) para o comunicador Geraldo Freire. A pauta da entrevista foi o clima de insatisfação da tropa e a convocação das associações. O comandante informa que uma proposta salarial será apresentada as instituições militares.

Durante a conversa, o comandadante da Polícia Militar comentou o posicionamento exaltado, nas redes sociais, do presidente da Associação de Cabos e Soldados, Albérisson Carlos, e disse que não concorda com a "sindicalização da categoria". Ouça a entrevista completa:

"Foi de forma desrespeitosa, quebrando a hierarquia, usando a mídia social pra colocar essas postagens mostrando de que o que se defendia não era a instituição. Estamos preocupados é com nosso policial e com a sociedade pernambucana. A gente não quer aceitar que a polícia saia das ruas", explica o Carlos D’Albuquerque. O coronel explica também que os comandantes passam a protagonizar as discussões financeiras com o governo estadual.

ASSEMBLEIA

As entidades militares confirmam a assembleia para as 14h, apesar das críticas do comandante Carlos D’Albuquerque. "Temos uma a constituição que prevê a não sindicalização dos militares. Não temos intenção nenhuma de prender ninguém, mas temos que aplicar a lei conforme é estabelecido", diz Carlos D’Albuquerque.

Confira o posicionamento do presidente da Associação de Cabos e Soldados, Albérisson Carlos. "Não vamos recuar um só passo. Quer me prender? Estou prontou para ser preso, mas vou lutar com força e honra pela segurança do Estado", diz.

Mais Lidas