CASO BEATRIZ

MP disponibiliza telefone para ajudar no desfecho do caso Beatriz

Iniciativa busca reunir o maior número de informações possível sobre o caso de assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, em Petrolina

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/12/2016 às 10:22
Leitura:
Foto: Reprodução

Com o objetivo de reunir uma maior quantidade de informações que ajudem a esclarecer o caso Beatriz, menina de sete anos assassinada em dezembro de 2015, em Petrolina, o Ministério Público disponibilizou um número de telefone que pode ser acionado via Whatsapp.

Lúcia Mota, mãe da garota morta com quarenta e duas facadas, pede que o Disque Denúncia Agreste volte a funcionar em tempo integral. Ouça:

O número para fornecer informações é o (81) 9.8878.5733, mas é importante lembrar que dados falsos constituem crime. O inquérito policial está sendo analisado pelo grupo de trabalho formado por integrantes do MP. Os promotores vão solicitar novas diligências, agora sob o comando da experiente delegada Gleide Ângelo.

No último sábado, foi realizado um ato em frente ao Colégio Maria Auxiliadora, local do crime, para lembrar um ano do assassinato. O corpo de Beatriz Angélica Mota foi encontrado em uma sala abandonada da quadra do colégio, cenário da festa de formatura do Ensino Médio.

Mais Lidas