TRAGÉDIA

Segundo incêndio atinge Comunidade Santa Luzia em menos de um ano

Em fevereiro, incêndio de grandes proporções destruíram outro trecho da Comunidade. Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas após incêndio na Santa Luzia

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/12/2016 às 7:16
Leitura:
Foto: André Nery/JC Imagem


O Corpo de Bombeiros foi acionado para combater um incêndio na Comunidade Santa Luzia, localizada no bairro da Torre, Zona Oeste do Recife, no início da manhã desta segunda-feira (12). Duas viaturas estão a caminho da ocorrência, que teve início por volta das 6h10.

» "Muita gente aqui não sabe onde vai ficar", lamenta morador de comunidade Santa Luzia atingida por incêndio
» Após controle das chamas, moradores da comunidade Santa Luzia tentam recuperar pertences

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas no incêndio na comunidade Santa Luzia na manhã desta segunda-feira. Karla Juliana Xavier da Silva, de 32 anos, teve queimaduras no rosto, braço direito e perna. O marido dela, Ivanildo da Silva Oliveira, 32 anos, sofreu queimaduras leves. Eles inalaram fumaça e estão internados Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife, para observação médica. Não há previsão de alta.

A filhinha do casal, Karen Juliana da Silva Oliveira, de apenas 1 ano, inalou fumaça. Ela passa bem e pode receber alta ainda nesta segunda-feira.

Uma equipe do Samu socorreu agora há pouco para UPA dos Torrões uma vítima do incêndio na Comunidade Santa Luzia, na Torre. O paciente estava alcoolizado e se queimou no tornozelo tentando conter as chamas.

A primeira informação é que o incêndio teria sido causado por um curto-circuito. O soverteiro Walmir Soares, morador da Comunidade Santa Luzia, as chamas teriam sido causadas por alguma vela, já que faltou luz durante toda a noite.

O incêndio foi controlado por volta das 8h30 e os Bombeiros trabalha, agora no rescaldo das chemas. Uma equipe da Defesa Civil do Recife foi acionada para avaliar a estrutura das casas. Ainda não há informações sobre as dimensões da área atingida.

A mesma dor em menos de um ano

A mesma comunidade foi atingida por um incêndio de grandes proporções em fevereiro deste ano. Revoltados, os moradores da Vila Santa Luzia arrombaram os portões de uma escola estadual vizinha à comunidade e estão colocando os pertences dentro do local. A Polícia Militar e o Exército estão no local para evitar tumultos.

» Prefeitura do Recife derruba barracos reerguidos na comunidade Santa Luzia, no bairro da Torre
» Quase 50 dias depois de incêndio, moradores da Vila Santa Luzia continuam desabrigados

[GALERIA]

Mais Lidas