VIOLÊNCIA

Soldado do Exército é preso suspeito de matar sargento reformado da PM

O crime aconteceu em 30 de novembro em Itamaracá. O sargento foi assassinado às 7h enquanto caminhava

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/12/2016 às 10:15
Leitura:
Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal

Atualizado às 15h41

Foi detido e recolhido para o quartel de Olinda, o soldado do exército, Genilson Mendes da Silva Júnior, de 19 anos, principal suspeito de matar a tiros o sargento aposentado da Polícia Militar, Edilson Dornelas da Silva, de 53 anos.

De acordo com a polícia, o suspeito se apresentou a 8ª delegacia de homicídios do Paulista, na tarde da segunda-feira (12), acompanhado pelo advogado. Um mandado de prisão temporária contra o soldado já havia sido expedido pela justiça.

Saiba mais na reportagem de Juliana Oliveira:

As investigações foram realizadas sobre o comando da Lídia Barcy, da 8ª Delegacia de Homicídios de Paulista. De acordo com ela, a linha de investigações é agiotagem e que Genilson não conhecia a vítima. A delegada afirma ainda que o soldado foi um executor e que o crime tem um mandante ainda não identificado.

O crime

O sargento reformado foi morto a tiros por volta das 7h. Ele caminhava em uma praça próxima à Igreja Matriz do Pilar quando foi atingido por sete tiros.

O sargento chegou a ser levado para uma unidade de saúde de Itamaracá e transferido para um hospital em Itapissuma, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

A polícia continua as investigações para localizar o mandante do crime e concluir o inquérito.

Mais Lidas