PRISÃO

Suspeito de explodir caixas eletrônicos em PE é preso em Camaragibe

Aldemir Weferson de Araújo já cumpriu pena por roubo a banco. Ele teria participado de investida contra caixas eletrônicos do BB de Boa Viagem

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 14/12/2016 às 17:58
Leitura:
Foto: Ravi Soares/ Rádio Jornal

Foi preso na manhã desta quarta-feira (14), em Camaragibe, um homem suspeito de envolvimento em explosões de caixas eletrônicos no Estado. Aldemir Weferson de Araújo Lopes, de 26 anos, estava em casa, no bairro de Cosme e Damião.

Com ele, a polícia encontrou três bombas de dinamites com cerca de 500 gramas, fios detonadores, 76 grampos para furar pneus, três carros e três placas que seriam clonadas. Ele também teria participado de uma abordagem a caixas eletrônicos do Banco do Brasil no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, no último dia 19 de novembro.

O homem tem antecedentes criminais e tinha cumprido pena por roubo a banco. O delegado Titular da Delegacia Seccional de Boa Viagem, Joel Venâncio, disse que os explosivos poderiam destruir, pelo menos, três caixas. “A gente imagina que ele faça parte de um grupo que tem realmente nohall nessa atividade e que esteja envolvido em diversos casos aqui na Região Metropolitana do Recife”, disse o delegado, apontando para os materiais apreendidos na casa de Aldemir.

Segundo o delegado, quando foi preso, o suspeito usava maçaricos para invadir bancos. “O fato é que ele estava movimentando grandes quantias em dinheiro, adquirindo veículos e imóveis e isso chamou a atenção”, detalhou.

Com a investigação, a Polícia Civil vai rastrear a origem do material apreendido com Aldemir de Araújo e com as informações identificar a quadrilha. Foram encontradas cédulas manchadas com o suspeito.

Confira os detalhes na reportagem de Ravi Soares:

Aldemir Weferson participará de audiência de custódia nesta quinta-feira (15) para saber se ele vai ser liberado para responder em liberdade ou se será encaminhado ao sistema prisional.

Mais Lidas