OPERAÇÃO

MPF denuncia ex-presidente Lula e outras 8 pessoas na Lava Jato

O Instituto Lula disse que denúncia do Ministério Público não é correta

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 15/12/2016 às 16:29
Leitura:
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta quinta-feira (15) o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e mais oito pessoas na Operação Lava Jato. Segundo a denúncia, houve um comboio entre o ex-presidente Lula e a construtora Norberto Odebrecht via aquisição de um imóvel onde funciona o Instituto Lula, na capital paulista.

O valor do acordo de novembro de 2012, de acordo com documento do Ministério Público, é de mais de R$ 12 milhões. De acordo com os procuradores, esse terreno foi adquirido pela construtora e repassado ao ex-presidente Lula, que é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em nota divulgada na tarde desta quinta-feira (15), o Instituto Lula diz que a informação não é correta, o advogado Cristiano Zanine Martins, que representa o ex-presidente e esposa dele Marisa Letícia, disse que o indiciamento contra os dois não tem qualquer base jurídica e só se explica pela parcialidade do delegado federal Marcio Anselmo que, além de xingar Lula nas redes sociais, é conhecido apoiador de Aécio Neves (PSDB).

Confira estes e outros detalhes de Brasília na reportagem de Romoaldo de Souza:

O presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, disse que essa briga é de Lula com o delegado e não sabe porque o nome dele foi envolvido.

PEC 55

Nesta quinta-feira (15), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), assinaram conjuntamente a votação do Congresso Nacional que culminou com a tramitação da PEC 55, proposta que altera constituição federal e que trata do limite de gastos do governo pelos próximos 20 anos.

Mais Lidas