CRIME

Pai de policial morto diz que filho sonhava em ser delegado

O policial foi morto, nesta segunda-feira (20), numa tentativa de assalto na agência do Banco Itaú que fica na avenida Caxangá, no bairro da Madalena

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/12/2016 às 11:06
Leitura:
Foto: Thales Kírion/Rádio Jornal

Foi liberado na manhã desta terça-feira (20) o corpo do Policial Civil, Wilson Pereira Barbosa Filho, de 29 anos, morto em uma tentativa de assalto realizada por três homens, na agência do banco Itaú que fica na avenida Caxangá, na tarde desta segunda-feira (19).

Familiares estiveram nesta terça-feira no Instituto de Medicina Legal (IML) e conversaram com a reportagem da Rádio Jornal e detalharam que o policial era calmo e sonhava em ser delegado. Wilson Barbosa, trabalhou com a delegada Gleide Ângelo, em Olinda, antes de ser transferido para o 4º Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Confira as informações no flash de Juliana Oliveira:

De acordo com o delegado Joaquim Braga Neto do DHPP três assaltantes chegaram de moto e fizeram uma investida à agência. Ao perceber que se tratava de um assalto, Wilson Pereira tentou procurar um lugar que lhe oferecesse segurança, mas um dos criminosos estava dentro da agência bancária.

Ele trocou tiros com o policial, que morreu depois de ser atingido por disparos efetuados pelos homens que estavam fora do banco. Ainda segundo o delegado, o suspeito alvejado passou por um procedimento cirúrgico e está na sala de recuperação do Hospital Getúlio Vargas, no Cordeiro, Zona Oeste do Recife.

Entenda o Caso no Flash de Thales Kírion:

Mais Lidas