CRIME

Corpo do policial morto ao reagir assalto será enterrado nesta tarde

e acordo com a polícia, o crime aconteceu quando a agência já estava fechada e algumas pessoas usavam serviços do caixa eletrônico

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/12/2016 às 14:38
Leitura:
Foto: Rádio Jornal


Está sendo velado na Igreja Presbiteriana, no bairro da Torre no Recife, o corpo do policial civil, Wilson Pereira Barbosa Filho, de 29 anos, morto em uma tentativa de assalto ao Banco Itaú da Avenida Caxangá no fim da tarde da última segunda-feira (19).

De acordo com a polícia, o crime aconteceu quando a agência já estava fechada e algumas pessoas usavam serviços do caixa eletrônico. Segundo familiares da vítima, Wilson estava sacando dinheiro, quando teria percebido a ação dos bandidos.

O aposentado Antônio Miguel, pai do policial, esteve no Instituto de Medicina Legal (IML), e muito emocionado e ainda sem acreditar no que aconteceu falou sobre o comportamento do filho e do sonho que ele tinha em ser delegado. “ Quando nós soubemos, entramos em desespero. Não caiu a ficha ainda”, relata.

Confira na reportagem de Juliana Oliveira:


Durante a manhã desta terça feira (20), a movimentação de pessoas nas agências bancárias da Avenida Caxangá foi intensa. Muita gente está assustada com a violência que toma conta do estado.

Governo

Questionado sobre a segurança no Estado, o governador Paulo Câmara afirmou que o momento é grave e de preocupação, mas que estes crimes também acontecem em outras regiões. “Eu reconheço isso, mas está acontecendo em todos os estados, por isso que, nós estamos conversando muito com os estados vizinhos, principalmente para fazermos ações de inteligência conjunta”, constata.

Pesar

Em nota a Polícia Civil lamenta o fato e esclarece que um dos suspeitos que participou da ação identificado como Luciano Rodrigues de Amorim, vulgo Lu do Milhão, de 41 anos, estava em liberdade condicional por assalto a bancos, desde julho deste ano. Durante a investida, o suspeito foi baleado e encaminhado ao Hospital Getúlio Vargas, onde está custodiado pelo crime de latrocínio.

A polícia ainda procura por pelo menos mais dois homens suspeitos de participarem da investida. O sepultamento de Wilson Pereira está previsto para ocorrer às 16h desta terça-feira (20), no cemitério de Santo Amaro, no Recife.

Mais Lidas