POLÍCIA

Governo cancela férias dos policiais civis e militares em janeiro

Policiais só poderão remarcar as férias para a partir de março, segundo decreto

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/12/2016 às 10:23
Leitura:
Foto: Bobby Fabisak/Arquivo JC Imagem


Após cancelar as férias de policiais civis, militares e bombeiros em dezembro, o Governo do Estado resolveu repetir a medida em janeiro de 2017. A medida foi decidida pelo secretário de Defesa Social (SDS), Angelo Gioia, na última quarta-feira (21) e anunciada por meio de boletim interno. Os policiais que iriam tirar férias deverão remarcar uma nova data a partir de março.

» Governo suspende férias de policiais civis, militares e bombeiros
» "A Polícia não quer ver a realidade como ela é", diz Paulo Câmara

para o secretário, é necessário que todos os profissionais permaneçam em seus postos, durante esse período, visto que a situação dos PJEs (Programa de Jornada Extra) ainda não foi resolvido. A decisão também foi tomada por causa das estatísticas de violência, que atingem níveis recordes em 2016. O ano deve chegar ao fim com os piores resultados da história do Pacto pela Vida, criado em 2007, pelo então governador Eduardo Campos.

Quebra de braço

O Governo do Estado e a Polícia Militar está em clima de tensão com as tentetivas de negociação salarial fracassando. A Polícia acusa o governador Paulo Câmara de não dialogar, Paulo Câmara diz que as negociações não podem acontecer "na base da baderna". Uma nova tentativa de diálogo está marcada para o dia 4 de janeiro.

Mais Lidas