ENTREVISTA

Presidente do Sinduscon-PE critica liberação de recursos do FGTS

Gustavo de Miranda, presidente da Sinduscon PE, critica liberação de parte de recursos FGTS e fala sobre impacto no setor da construção civil

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/12/2016 às 10:29
Leitura:
Foto: Reprodução


Em entrevista ao quadro Passando a Limpo desta sexta-feira (30), o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (Sinduscon-PE), Gustavo de Miranda, avaliou a liberação de parte de recursos FGTS defendida pelo presidente Michel Temer e comentou o impacto que isso pode cauar no setor da construção civil. "A preocupação da gente é muito grande. A equipe economica é constituida de banqueiros e essa medida vai beneficar a eles. Vamos tirar dinheirto do FGTS pra pagar os bancos, com essa fantasia de dizer que é para injetar na economia, mas é para pagar a banqueiros", criticou.

Ouça aqui a entrevista completa realizada pelo comunicador Geraldo Freire, junto com os jornalistas Wagner Gomes, Jamildo Melo, Mirela Martins e Igor Maciel:

De acordo com o presidente, o setor fica na expectativa dos efeitos dessa medida, embora Pernambuco não seja um grande celeiro para o programa Minha Casa Minha Vida na faixa um, e sim nas faixas dois e três. Já pensando no ano que vem, Gustavo diz que para 2017 a expectativa é de que o governo tenha mais calma. "Para 2017 a expectativa nossa é que primeiro acabem com tanta confusão entre poderes, porque isso causa muita estabilidade e pedir a Deus que surja uma liderança nesse país", conclui.

Mais Lidas