OPINIÃO

Professor da UFCG faz duras críticas a ocupações de universidades

Cientista político José Maria Nóbrega, professor da Universidade Federal de Campina Grande, UFCB, chama poder público de omisso

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 28/12/2016 às 10:29
Leitura:
Na UFPE, os prédios do CFCH e CAC foram os mais afetados. Foto: divulgação/UFPE


Diante da repercussão a respeito da situação em que as Universidades ficaram após a saída de estudantes que realizavam ocupações em protesto contra o governo federal, o cientista político e professor da Universidade Federal de Campina Grande, UFCB, José Maria Nóbrega, fez duras críticas ao que ele chamou de omissão do poder público. Ouça aqui a entrevista completa:

José Maria comenta casos em que professores foram ameaçados de morte através de pichações feitas dentro do prédio do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFPE, fala de indignação e revolta e chama ocupações de práticas criminosas. "Isso não é um movimento estudantil, é uma cadeia criminosa que invadiu o CFCH", sentencia.

» UFPE vai investigar vandalismo durante ocupações contra a PEC 55
» Polícia Federal investiga alunos que depredaram UFPE durante ocupações

Omissão

Em entrevista ao Passando a Limpo desta quarta-feira (28), o professor disse que reitores e poder público foram tolerantes e não se posicionaram como deveriam. "Houve uma omissão por parte dos reitores, dos gestores públicos, que tem o dever de manter o serviço público e não houve legitimidade nesse movimento".

Mais Lidas