ENTREVISTA

Caso Beatriz: Gleide Ângelo viaja para Petrolina na próxima terça

Delegada falou sobre caso Beatriz durante o Debate da Super Manhã, ao lado de mais dois convidados

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 30/12/2016 às 13:12
Leitura:
Foto: Rádio Jornal

Nesta sexta-feira (30), penúltimo dia do ano de 2016, Geraldo Freire ouviu, no Debate da Super Manhã, as experiências de três pernambucanos em um ano tão complicado. Os convidados foram a delegada Gleide Ângelo, o cirurgião Cláudio Lacerda e o secretário de Educação Frederico Amâncio.

A delegada Gleide Ângelo, que ficou famosa por desvendar casos de grande repercussão, viaja para Petrolina, no Sertão de Pernambuco, na próxima terça-feira (30) com uma equipe para iniciar os trabalhos de investigação sobre o assassinato da menina Beatriz, morta há um ano. “Quando a gente inicia é bem mais fácil porque a gente começa a pegar as provas, a história desde o início”, comentou sobre o início dos trabalhos.

De acordo com a delegada, todo o material das investigações está sendo analisado por ela para tentar encontrar o autor do crime bárbaro. Mas pondere que é um desafio. “Para mim não existe crime perfeito. Então, é um desafio muito grande, uma investigação difícil, porque se fosse fácil já teria sido resolvida”, completou a delegada.

O cirurgião Cláudio Lacerda falou sobre suas experiências no âmbito da prática da medicina e, especificamente, na área de sua atuação. “Eu acho que realizar transplantes de fígados pelo SUS no volume que a gente faz, somos um dos maiores programas do Brasil e do mundo”, comentou. “Existem poucos programas que realizam mais de 100 intervenções por ano. Imagina você fazer isso no ambiente que a gente faz, que não é o ideal”, completou, acrescentando que tratar a população de forma satisfatória é muito feliz.

O secretário de Educação, Frederico Amâncio, também falou sobre os números da pasta em um ano marcado por protestos pela educação e aprovação da PEC 55, que congela os investimentos no setor e em outros pelos próximos 20 anos.

Confira os detalhes:

Mais Lidas