TRANSPORTE

CNH passa a ter itens de segurança a partir desta segunda-feira

Uma das principais alterações é a troca da tinta azul esverdeada da tarja, que fica no topo do documento atual acima da foto de identificação, para a cor preta

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 02/01/2017 às 16:51
Leitura:
Foto: Mayra Cavalcanti/ JC Trânsito


As Carteiras Nacionais de Habilitação emitidas a partir desta segunda-feira (02), passam a ter um novo visual. A ideia é ter mais segurança e evitar falsificação do documento. Uma das principais alterações é a troca da tinta azul esverdeada da tarja que fica no topo do documento atual, acima da foto de identificação para a cor preta. A nova carteira também tem dois números de identificação nacional, o registro nacional e número do espelho da CNH, além do número de identificação estadual.

Confira os detalhes na reportagem de Jéssica Lima:

No alto, do lado esquerdo, sob o brasão da república, a imagem do mapa do Brasil passa a ser impressa com tinta especial de segurança. Todo o fundo do documento ficou mais amarelado e alguns elementos gráficos podem ser conferidos com o uso de luz ultravioleta. Na parte de baixo terá uma holografia com a sigla CNH impressa várias vezes. Além disso, aparecem novos fios de microletras.

Tecnologia

Os itens de controle de segurança incluem mais elementos em relevo e em microimpressão. O documento vai ganhar um código numérico de validação composto pelos dados individuais de cada CNH. A impressão continua em alto relevo e a tarja passa a ter o mapa do estado responsável pela emissão da habilitação, do lado direito, o documento ganha brasões da república impressos que só vão ser vistos com o uso de luz negra.

A partir de maio, o documento também passa a ter um código bidimensional, que vai conectar diretamente a CNH ao registro nacional de condutores habilitados sem a necessidade de digitar informações. Vale ressaltar que quem tem carteira dentro da validade não precisa trocar pela nova antecipadamente.

Mais Lidas