ANO NOVO, DIETA NOVA

Quem deixa pra começar dieta na segunda-feira, quase sempre não cumpre

Dieta para emagrecer é uma das mais famosas promessas de ano novo

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 02/01/2017 às 9:57
Leitura:
Foto: Reprodução/ Internet


Quem nunca teve na lista das famosas promessas de ano novo a ideia de perder peso? Este ano, além do fator "ano novo vida nova" somou-se o fator "segunda-feira", outro recorrente fator gerador dos inícios de dieta. Baseado nesta segunda-feira, dia 2 de janeiro, primeiro dia útil de 2017, o Endocrinologista Francisco Bandeira conversou com o comunicador Geraldo Freire sobre as famigeradas "dietas de ano novo".

Bandeira lamenta que essa ideia de deixar para começar o regime somente na segunda-feira é baseada na possibilidade de aproveitar o fim de semana comendo e se "despedir" de certos alimentos, o que ele alega ser justamente o ponto que demonstra a falta de auto-controle do ser humano com comida. "A ciência demorou para descobrir isso, mas essa descoberta levou a incrementar a possibilidade de tratar esse problema", afirma.

Na avaliação do endocrinologista, o mais comum é que "as pessoas que marcam para começar a dieta somente na segunda são exatamente aquelas que não vão cumprir, mas isso não é anormal, a maioria das pessoas passa por isso", alega. Ouça a seguir a entrevista completa feita pelo comunicador Geraldo Freire esta segunda (02) no programa Super Manhã:



Arsenal de medicamentos

De acordo com o endocrinologista a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou na semana passada novos remedios para tratar da obesidade. "Começamos o ano novo com novidades. São novos remédios que podem ser usados para o controle de peso e vai haver uma melhora grande nesse tratamento", conta.

E quem quer engordar?

É mais dificil engordar do que emagrecer. Acredite. Por mais incrível que possa parecer. Francisco Bandeira explica que "como o sistema de controle de apetite e gasto energético do magro é bastante eficiente, não adianta apenas aumentar a ingestão calórica, pois todas as vezes que se aumenta a quantidade de caloria o organismo passa também a gastar mais energia", aelga. Entretanto Bandeira alerta para os magros que estejam querendo engordar: "Se o indivíduo é magro e é saudável do ponto de vista clínico é muito melhor ser magro, por uma questao de saúde".

Mais Lidas