MOBILIDADE

Taxistas estão receosos com reajuste enquanto travam disputa com UBER

Desde o dia 1º de janeiro que os taxistas do Recife estão circulando com as tarifas atualizadas. O reajuste foi de 7,87%

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 03/01/2017 às 7:16
Leitura:
Foto: Marcela Maranhão/ Rádio Jornal


Desde o último domingo (1º), os mais de 6 mil táxis cadastrados no município do Recife estão autorizados a operar com uma nova tarifa. O reajuste de 7,87% foi solicitado pelo Sindicato de Taxistas de Pernambuco e aprovado pelo Conselho Municipal de Trânsito e Transporte do Recife no início de dezembro do ano passado.

Porém, a nova tarifa só pode ser cobrada aos passageiros na medida em que é realizado o processo de aferição dos taxímetros pelo Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (IPEM). Até lá, os táxis do Recife devem operar com a tarifa definida para 2016, e não é permitido o uso de tabela de conversão de valores.

Para Diogo Teixeira de Lima, de 59 anos, taxista há mais de 30, o aumento no preço do táxi deve acirrar ainda mais a disputa com o aplicativo Uber. Ele defende, ainda, que o aumento torna-se desnecessário, tendo em vista o atual momento político.

Confira os detalhes na reportagem de Marcela Maranhão:

Confira os valores

Com o reajuste, a bandeirada do táxi comum passa de R$ 4,75 para R$ 5,12. O quilômetro na bandeira 1 passa de R$ 2,31 para R$ 2,49 e o quilômetro na bandeira 2, passa de R$ 2,79 para R$ 3,01. Os serviços especiais de táxi em hotéis, aeroporto e no terminal integrado de passageiros também vão sofrer um aumento na tarifa equivalente a 7,87%.

Mais Lidas