ENTREVISTA

Ministro da Defesa promete ampliar formação técnica para soldados

Raul Jungmann declarou em entrevista à Rádio Jornal que vai pedir apoio à Fiep e o Senac e Senai para ampliar programa "Soldado Cidadão" de capacitação dos militares

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 04/01/2017 às 10:30
Leitura:
Foto: Divulgação


Em entrevista ao quadro Passando a Limpo desta quarta-feira (04) sobre o novo serviço de alistamento pela internet, o Ministro da Defesa Raul Jungmann declarou que um dos focos dele este ano é ampliar o serviço de formação militares Soldado Cidadão. "Hoje temos um programa chamado Soldado Cidadão em que o jovem presta o serviço militar e ao mesmo tempo é capacitado para sair de lá com uma profissão técnica. Temos aprioximadamente 20 mil jovens nas três forças, o que eu acho pouco, por isso eu procurei a Fiesp e vou procurar também a Fiep e o Senac e Senai, porque elas são as grandes beneficiárias de um programa como esse. Esse programa é uma menina dos olhos que eu espero conseguir expandir nesse ano de 2017".

Ouça aqui a entrevista completa feita pelo comunicador Geraldo Freire e os jornalistas Washington Gurgel, Giovani Sandes e Fernando Castilho:

O ministro detalha que um universo de cerca de 1,7 milhão de jovens que se alistam hoje num período de um ano, apenas uma faixa de 80 a 90 mil chegam a prestar o servico militar. O que corresponde a um aproveitamento de menos de meio porcento. Para o ministro, o serviço de alistamento pela internet pode ajudar a agilizar esse procedimento ou pelo menos democratizar o acesso de mais interessados em se alistar.

Questionado se o cadastramento pela internet pode ajudar a aumentar esse contingente de baixo aproveitamento, o ministro alega que a dificuldade de aproveitar mais jovens é de ordem financeira. "O único fator para que sejam descartados tantos alistados e que haja esse baixo aproveitamento em grande medida se deve às limitações orçamentarias, mas eu gostaria que houvesse mais", lamenta.

Mais Lidas