ZONA OESTE

Parentes de pacientes denunciam situação do Hospital Otávio de Freitas

Familiares denunciam condições precárias de funcionamento da UTI do Hospital Otávio de Freitas, na Zona Oeste do Recife

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 04/01/2017 às 16:35
Leitura:
Sem ar condicionado, janelas da UTI ficam abertas, causando risco aos pacientes
Foto: Cortesia


Familiares de pacientes que estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Otávio de Freitas, no bairro de Tejipió, na Zona Oeste do Recife, denunciam as condições precárias de funcionamento da unidade, como, por exemplo, a falta de climatização adequada do ambiente, a presença de animais – gatos e pombos - na parte interna do hospital, falta de material e também a falta de uma atualização dos dados dos pacientes.

O educador Rogério Barata acompanha o pai de 85 anos, que faz hemodiálise no hospital e fala sobre as questões. “Isso é sobretudo uma violação dos direitos humano, o direito à saúde com qualidade e é também um desrespeito dos direitos das pessoas idosas, maioria na UTI”, denunciou.

Confira os detalhes na reportagem de Marcela Maranhão:

Gatos e pombos são vistos no hospital frequentemente
Foto: Marcela Maranhão/ Rádio Jornal

Nota do Hospital Otávio de Freitas

A direção do Hospital Otávio de Freitas (HOF) esclarece que o ar-condicionado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) já voltou a funcionar, desde a tarde da última terça-feira (03/01). O equipamento teve um problema no disjuntor, que já foi solucionado. A direção informa ainda que os profissionais da unidade contam com todos os equipamentos e insumos necessários para prestar assistência aos pacientes.

Mais Lidas