ECONOMIA

Saiba como o aumento do diesel pode impactar no seu bolso

Mesmo quem não usa o diesel no próprio veículo pode sentir o impacto do aumento do óleo na renda, que subiu 6,1%. O preço da gasolina não teve reajuste.

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/01/2017 às 22:16
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet

Na coluna Economia & Negócios desta sexta-feira (6), o consultor e administrador Adilson Chalegre falou sobre os impactos que o aumento do óleo diesel pode causar na vida dos brasileiros. A expectativa do mercado era de que este combustível aumentasse até 5%, enquanto a gasolina até 8%. No entanto, a Petrobrás reajustou o preço do diesel em 6,1% e manteve o preço da gasolina, que é divulgado mensalmente no governo Temer.

Ouça a coluna na íntegra:

De acordo com o consultor, o óleo está sendo mais demandado no mercado internacional, devido ao inverno no hemisfério norte. "Essa é apenas uma das variáveis que fez a estatal chegar nesse valor", acrescentou. Apesar do aumento de pouco mais de 6%, a expectativa é de que chegue no consumidor final apenas cerca de 3%, o que daria em torno de R$ 0,12.

"O consumidor não está imune ao aumento"

Para Chalegre, o consumidor deve estar atento ao aumento do diesel, porque tudo no mercado está relacionado e o reajuste acaba refletindo no poder aquisitivo de alguma maneira. "O consumidor não está blindado ao aumento. O aumento do óleo diesel vai ser repassado para as transportadoras, por exemplo, fazendo com que o preço dos produtos que demandam deste tipo de transporte logístico seja reajustado", explicou.

Mais Lidas