TRANSPORTE PÚBLICO

Testes com o Vagão Rosa no metrô do Recife começam na semana que vem

De acordo com o superintendente do metrô, as mulheres não serão obrigadas a usar o Vagão Rosa. Homens que tentarem entrar serão barrados

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/01/2017 às 9:29
Leitura:
Foto: Arquivo/JC Imagem


De acordo com o superintendente do Metrorec, Leonardo Villar, o projeto piloto do Vagão Rosa começa a sair do papel na próxima semana. Apenas um dos 40 trens em operação vai contar com a programação especial.

O espaço será sinalizado e vai contar ainda com um segurança em tempo integral orientando os passageiros. O homem que entrar no chamado Vagão Rosa do metrô será convidado a procurar outra composição.

Dados oficiais apontam que 224 mil mulheres utilizam esse tipo de modal de transporte. A proposta de separar por gênero como medida para prevenir abusos sexuais é polêmica e divide opiniões.

O escriturário Ericson Carlos argumenta que separar por gênero não é garantia de tranquilidade. “Pra solucionar esse problema o ideal seria uma melhoria na segurança como um todo”, diz.

Já é realidade

Vagões exclusivos para mulheres já são realidade nos metrôs de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. A auxiliar administrativa Karina Albuquerque concorda que as mulheres necessitam de uma proteção maior no metrô. “Você fica tensa de entrar no metrô. Se acontecer alguma lá dentro você não tem o que fazer e só pode sair quando chegar na próxima estação. Essa é uma maneira muito positiva de atender as mulheres e de proteger”, afirma.

Mais Lidas