INVESTIGAÇÃO

“Nenhuma providência foi tomada”, reclama mãe de adolescente estuprada

O crime aconteceu quando a adolescente passava pela ponte que liga o bairro da Benfica ao Derby por volta das 22h, no último dia 10

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/01/2017 às 14:14
Leitura:
Foto: Reprodução/ TV Jornal


O retrato do suspeito de estuprar uma menina de 16 anos no Derby, na área central do Recife, no último dia 10, vai ser divulgado pela polícia nos próximos dias. O crime aconteceu quando a adolescente passava pela ponte que liga o bairro da Benfica ao Derby por volta das 22h. Ela foi atacada debaixo da ponte e teve o celular levado pelo agressor. “Ele abusou várias vezes da minha filha. Arrastou-a pelo cabelo e esgano-a até ela desbloquear o celular” detalha a mãe da vítima que não quer ser identificada.

Ouça os detalhes na reportagem de Suellen Fernandes:

A mãe apresentou a localização do celular da filha para que a polícia chegue até o autor da agressão. “Nenhuma providência ainda foi tomada. Até agora, a polícia se quer passou no local comparceu para verificar qualquer vestígio”, reclama mãe sobre negligência da polícia.

Investigações

O gestor da Delegacia de Crimes Contra ao Adolescente (DPCA), Ademir de Oliveira, aponta que as investigações demandam tempo, mas fala das medidas tomadas para chegar ao suspeito. “Todas as provas periciais, inclusive a questão do retrato falado e o exame do IML, estão vindo para a delegada que está por dentro do caso, para que ela possa dar continuidades as investigações”, afirma.

O local não tem iluminação e o delegado diz que conta com imagens de câmeras do entorno para ajudar no caso. A delegada responsável pela investigação é Ana Elisa da delegacia da mulher.

Mais Lidas