ÔNIBUS

Passagem aumenta, mas qualidade do serviço ainda não é satisfatória

No primeiro dia útil com aumento da passagem de ônibus da Região Metropolitana do Recife sobram críticas ao serviço

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/01/2017 às 14:13
Leitura:
Foto: Rádio Jornal

Longas filas, confusão para subir nos ônibus, superlotação, calor dentro dos coletivos. Esses problemas no transporte público continuam os mesmos há muito tempo, mas o preço da passagem não. Nesta segunda-feira, primeiro dia útil com o aumento de 14,26% no valor, os passageiros já pagaram R$ 3,20 centavos pelo anel "A", R$ 4,40 pelo anel "B" e R$ 3,45 pelo anel "D".

O reajuste causou revolta nos usuários do terminal integrado da PE-15, em Olinda, que afirmam: se o serviço fosse de qualidade, não fariam questão de fazer um esforço para pagar um pouco a mais. É o que fala o jovem aprendiz Ítalo Silva.

A repórter Clarissa Siqueira tem as informações:

E o aumento no valor das passagens no meio do mês, prejudicou quem já tinha planejado todas as contas. A secretária Tamise Marques teve que cortar outras despesas.

A sensação de insegurança também é uma das reclamações dos mais de dois milhões de usuários, nas 13 empresas de ônibus. Só no último final de semana, foram registrados 34 assaltos dentro dos coletivos na Região Metropolitana do Recife. Cleber Valério diz que espera melhora.

Resposta da Urbana-PE

Em resposta aos assaltos aos ônibus, o Sindicato das Empresas de Transporte (Urbana-PE) por meio de nota, disse que tem realizado ações para inibir as ocorrências e incentivando o uso de bilhetagem eletrônica, instalado câmeras de vídeo e sistema de monitoramento.

O aumento das passagens foi definido em reunião na última sexta-feira (13), e publicado em Diário Oficial no sábado (14).

Mais Lidas