VIOLÊNCIA

Adolescente espancada em Santo Amaro presta depoimento no DHPP

A adolescente confirmou que a agressão aconteceu por conta de uma rivalidade entre quadrilhas de Santo Amaro e ela foi confundida com uma informante

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/03/2017 às 14:50
Leitura:

Imagem

A adolescente de 17 anos que foi espancada por um grupo de homens no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife, presta depoimento na tarde desta quarta-feira (22) no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Ela chegou por volta das 12h, acompanhada da mãe e de um irmão. A adolescente chegou debilitada, numa cadeira de rodas, por conta da agressão. O caso aconteceu segunda-feira (20).

O delegado Diego Acioly falou sobre a motivação do crime, apontada pela vítima. “A gente já sabe que o motivo foi a rivalidade entre quadrilhas na comunidade de Santo Amaro”, disse o delegado.

A adolescente morava perto do Campo do Onze, onde o comando do tráfico é feito por uma quadrilha, e se mudou para outro local. “Com essa mudança dela para uma outra localidade, as pessoas dessa quadrilha de onde ela reside atualmente passaram a desconfiar que ela passava informações para as pessoas da quadrilha antiga”, explicou o delegado, alertando que essa troca de informações não aconteceu.

Segundo a adolescente, ela estava em casa quando ouviu algumas pessoas chamando seu nome. “Ela foi atender o portão e foi aconteceram as agressões. Levaram ela para a rua, passaram a agredi-la e, inclusive, filmar e divulgar em sequência essas agressões”, detalhou.

Imagem

A vítima está com lesões nas duas pernas e nos braços e está muito abalada. Segundo o delegado, a Secretaria de Direitos Humanos já se disponibilizou a oferecer o Serviço de Proteção à Testemunha.

O delegado disse que já tem alguns suspeitos. “Nós temos suspeitos e a gente conta muito com a colaboração da vítima para identificar os indivíduos. Ela está muito receosa de comentar alguma coisa devido à repercussão e ao risco que ela corre”, explicou.

O repórter Emerson Pereira, da TV Jornal, tem outras informações:

Entenda o caso

A vítima I.R.O., de 17 anos, foi internada no Hospital da Restauração. Ela deu entrada com múltiplas fraturas provocadas por pauladas e pedradas registradas em um vídeo que circula nas redes sociais.

Nas imagens, a adolescente é filmada sem roupas e de cabelos cortados por um grupo formado por cinco pessoas.

Mais Lidas