PRECONCEITO

Mãe de criança com síndrome de down pede respeito após insultos

Jornalista do blog ModaModaModa comparou a criança com síndrome de down a um cachorro. Pais do menino de 11 meses prestaram queixa contra a mulher

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 24/03/2017 às 17:00
Leitura:

Imagem

Uma criança com síndrome de down foi vítima de insultos nas redes sociais, nesta sexta-feira (24). A família do menino de 11 meses foi à Delegacia de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, prestar queixa contra a jornalista e blogueira pernambucana Julia Salgueiro, do blog ModaModaModa.

Segundo a Lei 9.029/1995, ofensas contra pessoas com deficiência são enquadradas no crime de injúria qualificada. Julia Salgueiro deverá ser intimada pela Polícia ainda nesta sexta para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Ouça a entrevista com a mãe da criança:

Entenda o caso

Imagem

As ofensas contra a criança com síndrome de down aconteceram após a prima de Fernando, a jornalista Juliana Preto, publicar uma foto com o menino no colo em comemoração ao Dia da Síndrome de Down. Foi quando a blogueira, que estava na rede social de Juliana destilou discurso de ódio e chegou a comparar a criança a um cachorro.

Maria Cláudia Albuquerque, mãe do menino Fernando, disse que tomou um susto na hora que viu as agressões escritas pela blogueira de moda. “No primeiro momento, como mãe, você fica assustada porque você não acredita que seu filho vai passar por isso. Mesmo sabendo que ele pode passar, porque existem pessoas assim no mundo”, lamentou a advogada. “Eu parti para a luta e fui atrás dos direitos da gente e dele porque eu sempre vou fazer isso”, contou a mulher. Segundo Maria Cláudia, a família vai entrar com ação penal e cível.

Criança amada

A mãe de Fernando disse que o filho é a uma criança muito amada por todos e que a chegada do menino lhe deu um incentivo a mais para brigar pelos direitos das minorias, incluindo as pessoas com síndrome de down.

“Eu acredito que nada nessa vida é em vão. Desde que Fernandinho chegou na minha vida ele veio e mudou tudo. Eu já brigava antes pelos direitos das minorias agora é que eu vou brigar mesmo”, relatou.

“Meu filho é muito amado, muito querido por todo mundo que o cerca (...) Eu quero que ele seja visto, eu quero que as pessoas respeitem que ele é uma pessoa como qualquer outra, tem direitos e deveres”, destacou a mãe do menino.

Mais Lidas