CIDADANIA

Segundo Compaz do Recife é inaugurado, mas ainda faltam três

Segundo Centro Comunitários da Paz (Compaz) entregue no Recife faz homenagem a Ariano Suassuna

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/03/2017 às 20:52
Leitura:

Imagem

Em cinco anos de mandato do prefeito do Recife Geraldo Júlio, somente dois Centros Comunitários da Paz (Compaz) foram inaugurados, dos cinco prometidos na campanha eleitoral. Em 2012, quando foi lançado candidato, Geraldo prometeu cinco Compaz em comunidades pobres da cidade.

A comunidade do Alto Santa Terezinha, na Zona Norte, recebeu em março do ano passado, o equipamento que homenageia o ex-governador Eduardo Campos. Na unidade, os moradores de comunidades próximas são atendidos com esportes, cultura e lazer, além de orientação jurídica, formação profissional e arte.

Confira mais detalhes na reportagem de Suellen Fernandes:

Nesta segunda-feira (27), o bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, recebeu o Compaz escritor Ariano Suassuna. O equipamento também atende a moradores do Bongi, San Martin, Torrões, Vietnã e Roda de Fogo.

Na inauguração, o governador Paulo Câmara, se posicionou sobre o aumento da violência no estado. Neste fim de semana, o número de homicídios chega a 1400, contabilizados os assassinatos de janeiro a 26 a de março. Na cerimônia, o prefeito Geraldo Júlio prometeu mais um equipamento a ser inaugurado no ano que vem.

Além dos dois entregues, em 2012, Geraldo Júlio prometeu os centros no Totó, Ibura, que não começaram a ser construídos, e Joana Bezerra, que está em construção.

COMPAZ

A proposta do Compaz é levar atividades para as comunidades e assim tentar afastar os jovens da criminalidade.

Mais Lidas