Homicídio

Aposentada pode ter sido vítima dos vizinhos, afirma a polícia

O corpo da vítima foi encontrado com as mãos atadas e uma sacola plástica na cabeça; a aposentada tinha 67 anos

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/04/2017 às 13:46
Leitura:

Imagem

Depois de um período de investigação, a polícia de Petrolina apresentou detalhes sobre o assassinato de Abenígna Lúcia do Bonfim, de 67 anos. A vítima teve suas mãos amarradas e foi encontrada com uma sacola na cabeça. O crime foi tido como premeditado pela delegada de homicídios da Polícia Civil, Sarah Machado, e pelos delegados Magno Neves e Macione Ferreira.

Saiba mais na reportagem de Marco Aurélio:

Dois adultos e dois adolescentes participaram do crime, e três deles conviviam com a vítima. Alessandra de Castro Silva, 42, e seus dois filhos, ambos menores de idade, frequentavam a casa de Abenígna para assistir televisão e pegar água gelada, pois não tinham energia elétrica em casa.

Durante o cotidiano, a acusada conseguiu levantar dados sobre a aposentada, como o dia em que ela recebia o salário e o montante presente em poupança.

Mais Lidas