FATALIDADE

Mulher morre após levar choque em chapinha, em Olinda

Maria Kamylla estava passando chapinha nos cabelos quando foi eletrocutada. Um fio desencapado pode ter sido a causa da tragédia

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 14/04/2017 às 14:20
Leitura:

Imagem

Foi sepultado no Cemitério de Santo Amaro no Recife, o corpo da estudante de enfermagem Maria Kamylla de Santana Silva, de 28 anos. De acordo com a família da jovem, Kamylla morreu eletrocutada na noite desta quinta-feira (13) no momento em que usava uma chapinha de cabelo. A moça se preparava para ir ao aniversário do irmão quando o fato aconteceu.

Ela morava no bairro de Cidade Tabajara, me Olinda, na Região Metropolitana do Recife. A vítima chegou a ser levada para a UPA de Olinda, mas não resistiu.

A mãe de Kamylla, dona Clarinda da Silva, encontrou a filha desacordada no chão e com a chapinha sobre os seios. Um fio descascado pode ter sido a causa da morte. “Tudo em mim está doendo. Não tenho mais alegria de vida. Ela era alegria da minha casa, era tudo para mim, minha amiga, minha companheira”, lamentou, bastante emocionada, a mãe da técnica de enfermagem.

A repórter Juliana Oliveira:

Kamylla deixou dois filhos, um de 14 e outro de 10 anos de idade.

Imagem

O repórter Erick França acompanha o velório:

Mais Lidas