PREOCUPAÇÃO

Desafio da Baleia Azul pode ter feito 1ª vítima fatal em Pernambuco

Uma adolescente de 15 anos foi encontrada morta em Petrolina e a suspeita é de que ela tenha cometido suicídio durante o Desafio da Baleia Azul

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/04/2017 às 15:16
Leitura:

Imagem

A estudante Ana Vitória Sena de Oliveira, de 15 anos, pode ter sido a primeira vítima fatal do Desafio da Baleia Azul em Pernambuco. A garota, que estava desaparecida desde a última segunda-feira (17), foi encontrada morta por pescadores no Rio São Francisco, na Região do Porto do Jatobá, em Petrolina, no Sertão pernambucano.

Ana Vitória morava junto com dois irmãos e a mãe na cidade vizinha, em Juazeiro, na Bahia. De acordo com a delegada Adelina Araújo, a polícia encontrou na casa da menina indícios que podem evidenciar que ela teria cometido suicídio.

Segundo a família, Ana Vitória ficava horas na internet e recentemente estava calada. Antes de desaparecer, a garota deixou uma carta de despedida para a família, avisando que pularia da ponte presidente Dutra, que liga Petrolina à Juazeiro. No bilhete, Ana Vitória pede desculpas e diz que "vai voltar para onde nunca deveria ter saído". A garota fez ainda várias postagens nas redes sociais e trocou a foto do perfil duas vezes, uma delas era a imagem de luto.

>> Em resposta ao Baleia Azul, Baleia Rosa lista “tarefas do bem” para valorizar a vida

Os detalhes com a repórter Jessica Lima:

A menina deixou o celular em casa e no aparelho foram encontradas várias mensagens sobre o Desafio da Baleia Azul e vídeos que ela aparece se mutilando, supostamente seguindo parte do ritual do jogo. Ainda de acordo com a delegada, a polícia está apurando o caso para descobrir se houve ou não instigação do jogo ao suicídio da menina.

Ana Vitória foi encontrada vestindo short jeans, camisa preta e vários cortes nos braços, próximos aos pulsos.

Número de casos preocupam

O número de adolescentes vítimas do Desafio da Baleia Azul subiu para oito em Pernambuco. Estão sendo investigados dois casos no Recife, nos bairros de Brasília Teimosa e Ibura, um caso no município do Paulista, um em Vicência, um em Goiana, dois em Moreno e um caso de possível suicídio envolvendo uma adolescente de 15 anos em Petrolina, no Sertão do Estado.

O chamado Desafio da Baleia Azul tem gerado preocupação no Brasil e no mundo. O passatempo, disputado pelas redes sociais, propõe ao jogador 50 desafios macabros que vão desde a automutilação até o suicídio. A maior incidência de casos é registrada entre crianças e adolescentes de até 16 anos. O psicólogo Sylvio Ferreira alerta aos pais para estarem atentos ao comportamento dos filhos. Ele ainda reforça que é preciso estabelecer um diálogo entre pais e filhos.

Polícia Federal em alerta

De acordo com informações da Polícia Federal, o Desafio da Baleia Azul funciona como uma espécie de “siga o mestre”. Quem dita as regras e propõe os desafios é um mentor, o qual envia aos participantes mensagens com instruções do que fazer e solicita fotos como prova do cumprimento das tarefas. Os jogadores geralmente são crianças e adolescentes, que, além de estarem mais suscetíveis a influências de terceiros, passam mais tempo em redes sociais.

CVV Recife

O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone no número 141, e-mail, chat e Skype 24 horas todos os dias.

Mais Lidas